Como usar Big Data para entender a criptomoeda?

O big data se tornou uma das ferramentas mais valiosas e utilizadas pelas empresas. Com a capacidade de compreender grandes conjuntos de dados, podem ser descobertas tendências que teriam passado despercebidas. Essas tendências influenciam os processos e decisões de negócios, resultando em mais vendas e aumento do lucro. A criptomoeda está no mesmo pedestal nos tempos atuais, então foi apenas uma questão de tempo até que esses dois passassem por uma mesa de jantar e se conhecessem.

O big data está ajudando a criptografia a melhorar sua segurança, prever tendências – e isso alimenta startups de criptografia mais atraentes. Aprenda os detalhes abaixo.

Como usar Big Data para entender a criptomoeda?

Prevenindo Hacks e Melhorando a Segurança

Um dos obstáculos que impede as pessoas de aderir ao movimento da criptografia é a segurança. As pessoas têm o direito de ter medo da criptografia quando ela não é regulamentada. No entanto, possuir uma carteira Luno Bitcoin e frequentar as principais bolsas está se tornando mais seguro graças ao big data.

Big data não é apenas detectar tendências para aumentar o engajamento ou identificar tendências para obter mais lucro. Também pode ser usado na luta contra o crime cibernético. A análise de grandes quantidades de dados pode permitir que os especialistas identifiquem tendências em hackers e prevejam futuras violações de segurança. Essas informações podem ser usadas por trocas e provedores de carteira para manter todos os usuários e sua criptografia protegidos.

Ajudando a detectar a volatilidade

O Bitcoin tem uma reputação conhecida por ser uma moeda volátil. Um dia atingindo os máximos de dezembro de 2017 e no ano seguinte afundando significativamente – e depois acelerando novamente. Esta é uma ocorrência natural em todos os criptomoedas, mas os investidores certamente dormiriam melhor se pudessem de alguma forma prever os mercados e o valor previsto de seus criptomoedas.

Embora o big data seja limitado para fazer isso, ele também pode oferecer alguns insights quando os valores criptográficos disparam e caem quando combinados com outros dados da política e da sociedade. Uma visão mais ampla pode ser exatamente o que é necessário para saber mais sobre a volatilidade da criptografia.

Como usar Big Data para entender a criptomoeda?

Impulsionando o Blockchain e Crypto Startups

Os dois benefícios anteriores da união de forças de big data e criptografia, ou seja, mais segurança e detecção de volatilidade, ajudarão a tornar a criptografia um investimento mais atraente. Para startups que estão lutando por uma posição e também buscando investimento contra outras startups, a adoção da criptografia pode fazer os investidores se sentirem mais fáceis se souberem que o big data está fornecendo os dois benefícios mencionados. Os investidores procuram investimentos mais seguros e que possam ter previsões sólidas. Agora, startups de criptografia ou startups baseando seus serviços no blockchain podem marcar essas caixas graças ao big data.

O par perfeito?

Os usos de big data no mundo da criptografia são valiosos para todos, desde os usuários comuns até as empresas que executam produtos de criptografia. Eles parecem se encaixar perfeitamente para fornecer soluções reais ou maior segurança. No final, por esses dois trabalhando juntos, podemos entender melhor a criptografia e ajudar a promovê-la para todos.

Como usar Big Data para entender a criptomoeda?

Leave a Reply

Your email address will not be published.